fbpx
bruxismo

Tratamento para o Bruxismo: Saiba mais!

Como funciona o tratamento para o bruxismo? O Bruxismo é um problema de desordem funcional que se caracteriza pelo ranger ou apertar de dentes constante, ou o mais comum, apenas durante o sono. Assim, falaremos um pouco sobre o Tratamento para o Bruxismo.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Muitas vezes os problemas existem, porém, como julgamos inofensivo, acabamos por negligenciá-lo. O que ocorre geralmente no bruxismo, pois poucos entendem que é algo que precisa de tratamento.

Na realidade, há pessoas que têm o problema, mas não o sabem, pois geralmente ocorre mais durante o sono, sendo percebido apenas se alguém ouvir o ranger dos dentes ou se a pessoa amanhecer com dor na mandíbula.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Existe tratamento para o bruxismo?

tratamento para o bruxismo

Como mencionamos, não é um problema muito comum, e muitos nem sequer sabem que o possui, pois geralmente se apresenta durante o sono e só ficam sabendo pela outra pessoa que dormiu ao seu lado e ouviu.

Mesmo parecendo inofensiva, é importante salientar que pode trazer certos prejuízos a saúde, assim, através de um profissional que irá identificar se realmente o possui e qual o melhor tratamento a ser aplicado.

Enfatizamos que o tratamento não tem o intuito de só reduzir a dor, mas também de evitar danos permanentes aos dentes, reduzindo o ranger de dentes ao máximo.

O único tratamento disponível para o bruxismo são a utilização de placas removíveis nos dentes, apenas com o intuito de evitar um maior desgaste aos dentes.

Ainda não se sabe muito sobre o que causa o bruxismo, porém em alguns casos por estar associada ao estresse e a ansiedade, podem ser prescritos medicamentos ansiolíticos, úteis para tais problemas.

No entanto, o tratamento consiste em utilizar as placas interoclusais flexíveis de silicone ou as placas rígidas de acrílico, moldadas para a arcada dentária do paciente, restringindo assim os movimentos e evitando o atrito que desgasta os dentes.

Conhecendo mais sobre o bruxismo

Falamos sobre o que é o bruxismo, mas pouco foi dito sobre os sintomas e causas deste problema, por isso, iremos detalhar um pouco mais sobre isso. Primeiro, é importante saber que ainda se sabe ao certo a causa.

Há suposições de que esteja ligada ao estresse, tensão, ansiedade, ou problemas físicos de oclusão ou fechamento inadequado da boca. Geralmente se apresenta na infância, porém pode continuar durante a vida adulta.

O bruxismo pode causar o amolecimento dos dentes, dor de cabeça e, quando a compressão for exagerada, pode ocasionar a isquemia dos vasos que entram no ápice da raiz e depois à necrose dos vasos, dos nervos e da polpa dentária.

Os sintomas, além da dor de cabeça, pode gerar o zumbido no ouvido, dor no pescoço, na mandíbula e nos músculos da face, devido ao esforço empregado nos músculos da mastigação, além de estalos ao abrir e fechar a boca.

Em alguns casos, também pode gerar alterações no sono. As crises podem variar de intensidade, que pode ser leve em uma noite e em outra mais intensa. No entanto, em qualquer um dos sintomas é importante procurar ajuda médica.

O ideal é que se procure uma ajuda odontológica, assim, será possível analisar até que ponto os dentes foram desgastados, além disso, poderá ser solicitado um exame de polissonografia para identificar o grau do distúrbio.

Com isso, será possível verificar qual o tratamento será indicado se será necessário um tratamento médico em conjunto ou não, visto que pode ser desencadeado por causa do estresse, ansiedade etc.

Conclusão

Embora não seja um problema muito comum, se identificou que alguns dos sintomas é compatível com o que sente, procure um dentista para que possa ser avaliado o problema.

Após o diagnóstico, este identificará qual o melhor tratamento para o bruxismo que pode ser aplicado a você, afinal, existem vários tipos de placas e, em alguns casos, medicamentos para amenizar os sintomas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *