sangramento gengival

Sangramento gengival: Sintomas, causas e tratamento!

O sangramento gengival é geralmente o alerta para alguns problemas relacionados a saúde, não só bucal, pois muitos atribuem a possíveis machucados que podem ocorrer ao escovar os dentes com mais força.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Na realidade, o corpo humano possui várias formas de sinalizar sobre prováveis problemas de saúde, porém muitas vezes ignoramos os sinais por acharmos que é algo totalmente irrelevante.

Contudo, quando aprendemos mais sobre o nosso corpo, poderemos saber quais problemas estão relacionados àquele determinado sintoma e procurar o mais rápido por possível por ajuda médica.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Quais as causas do sangramento gengival?

sangramento gengival

Alguns sinais podem ser várias coisas, por isso, é importante investigar do que se trata, pode ser algo simples ou simplesmente está ocultando algo mais grave, assim, entendemos o porquê de procurar um profissional para avaliar.

Nem todos os sinais são o que parecem ser, podendo confundir profissionais com outras possíveis doenças, por isso, a importância de avaliar todas as possibilidades é o mais correto.

Quando nos deparamos com sangramentos na gengiva, é normal aliarmos apenas aos problemas bucais, o que se for verdadeiro, é importante também de se tratar, enfim, não podemos negligenciar nenhum sintoma.

No entanto, não existem apenas problemas bucais relacionados a questão do sangramento gengival, por isso, devemos ficar o alerta as outras possíveis doenças que podem estar associadas à inflamação e o sangramento, são elas:

  • Gengivite;
  • Desordens hemorrágicas;
  • Escovação com muita força;
  • Deficiência de vitamina K;
  • Alterações hormonais durante a gravidez, principalmente;
  • Púrpura idiopática trombocitopênica, que é uma doença autoimune que é caracterizada pelos baixos níveis de plaquetas, células sanguíneas que previnem o sangramento;
  • Dentaduras mal ajustadas;
  • Uso incorreto do fio dental;
  • Infecção na gengiva ou dental;
  • Leucemia;
  • Uso de afinadores de sangue;
  • Escorbuto, doença crônica devida a uma deficiência de vitamina C, que se caracteriza por hemorragias, alterações da gengiva e baixa imunidade;
  • Diabetes;
  • Queda de resistência;
  • Desordem hepática;

Com tantas possibilidades, é possível ficar um pouco assustado ao encontrarmos o sangramento na gengiva, mas não fiquemos assustados, precisamos apenas procurar um médico para identificar a causa do problema.

Procure um médico

Além disso, salientamos que na maioria das vezes, o sangramento gengival está relacionado à inflamação na gengiva, isto é, gengivite. Esta se caracteriza pela remoção inadequada de placas dos dentes na linha da gengiva.

Todavia, como não é a única condição para o sangramento, é necessário identificar o motivo, por isso a ajuda de um profissional é imprescindível, caso esteja nas seguintes condições abaixo, procure ajuda médica imediatamente:

  • Se o sangramento for crônico, ou seja, longo ou de longo prazo;
  • Se o sangramento persistir mesmo após o tratamento;
  • Se o sangramento for acompanhado de outros sintomas.

Assim, as principais especialidades médicas que podem identificar a que se refere o sangramento são as de clínica médica, odontologia, cardiologia e infectologia.

Conclusão

É importante salientar que o próprio dentista pode identificar se o problema do sangramento é bucal ou não, caso ele identifique que não é bucal, este fará o encaminhamento à especialidade responsável.

Contudo, devemos enfatizar que a prevenção e os cuidados com a saúde bucal são imprescindíveis, pois se você mantém uma higiene bucal adequada, uma regularidade em consultas odontológicas fica mais fácil de identificar o que é.

Também é interessante salientar que um plano odontológico poderá ser muito útil em casos de urgência e emergência, além de um plano de saúde médico também, sempre é bom ficarmos resguardados com nossa saúde.

Concluímos assim que o sangramento gengival pode ser algo inofensivo e tratável, mas negligenciar uma ida ao médico por acharmos que é algo simples, pode ser algo mais grave ou se tornar mais grave, então fique sempre atento.

6 comentários em “Sangramento gengival: Sintomas, causas e tratamento!”

  1. Good website! I really love how it is easy on my eyes and the data are well written. I’m wondering how I might be notified when a new post has been made. I have subscribed to your RSS feed which must do the trick! Have a nice day!

  2. Great beat ! I wish to apprentice while you amend your site, how could i subscribe for a blog site? The account helped me a acceptable deal. I had been tiny bit acquainted of this your broadcast offered bright clear idea

  3. Wow that was unusual. I just wrote an very long comment but after I clicked submit my comment didn’t show up. Grrrr… well I’m not writing all that over again. Regardless, just wanted to say fantastic blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.