fbpx
pólipo pulpar

Pólipo Pulpar: Gengiva dentro do dente, como tratar?

Pólipo pulpar, também conhecido por pulpite hiperplástica ou pulpite proliferativa, ainda pode ser chamado popularmente de “gengiva dentro do dente”, e pode ser uma condição causada por conta de cáries ou fraturas nos dentes.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Esse problema costuma atingir, geralmente, crianças e adolescentes, pois é nessa faixa etária que o tecido pulpar está mais exposto, onde os dentes mais envolvidos no pólipo pulpar são os molares, sejam os de leite ou os permanentes.

Desse modo, costuma-se dizer que o pólipo pulpar é o crescimento excessivo da polpa do dente que geralmente fica escondida dentro da raiz e coberta pela coroa.

Geralmente o pólipo pulpar pode não causar muito desconforto e é indolor, entretanto, gera mau hálito e se “cutucado” com palitos de dentes pode causar sangramento e assustar o paciente.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Causas do pólipo pulpar

pólipo pulpar

A causa do pólipo pulpar é geralmente uma cárie extensa ou alguma fratura na coroa do dente, expondo, desse modo, a gengiva. O pólipo pulpar, comumente, ocorre nos dentes molares.

Ocorrendo a exposição da polpa que fica em contanto com os alimentos e microrganismos, acaba ocorrendo inflamação e o crescimento da “gengiva”.

A presença da hiperplasia, que é o aumento de números de células, ocorre em dentes molares, de modo que essa expansão acaba escapando para fora do dente, caracterizando o pólipo pulpar.

Como tratar o pólipo pulpar?

Há muitas pessoas que buscam tratamentos caseiros, que são apenas paliativos, não solucionam o problema.

O tratamento efetivo só irá acontecer ao se buscar um dentista que irá diagnosticar, fazer o exame clínico detalhado, solicitar raio x do dente e, posteriormente, conduzir ao tratamento mais adequado.

Após os exames iniciais, será necessário a remoção da hiperplasia. O procedimento é feito sob anestesia local e é dado início aos procedimentos para o tratamento de canal.

O tipo de tratamento após a retirada do pólipo pulpar irá depender do tamanho da cavidade deixada pelo problema.

Caso a cavidade seja pequena, o tratamento pode ser endodôntico: após a remoção, faz-se a limpeza do interior do dente e, por fim, a reconstrução da coroa.

Porém, se a cavidade for muito grande, o melhor é a extração do dente e, considerar a colocação de um implante dentário.

Desse modo, é extremamente importante que o paciente não demore para buscar um profissional, pois pode ser muito tarde para salvar o dente.

Como prevenir o pólipo pulpar?

Boa parte dos problemas dentários, podem ser prevenidos da mesma maneira: com uma higiene bucal boa e com visitas regulares ao dentista, de modo que são evitados o surgimento de cáries e outros problemas como o pólipo pulpar.

Além de uma boa escovação, utilize fio dental e enxaguante bucal para dar uma maior limpeza à boca.

Ir com regularidade ao dentista (visitas semestrais) é uma forma de prevenir o surgimento de problemas bucais ou de tratá-los com maior eficácia logo em seu surgimento.

Conclusão

Uma maneira de estimular visitas regulares é através da aquisição de planos odontológicos que cubram os principais tratamentos e necessidades do cliente.

O custo-benefício de planos odontológicos são muito bons, levando em consideração que muitos procedimentos dentários podem ser elevados e causar transtornos financeiros imprevistos.

Ao se contratar um plano odontológico o cliente está se resguardando para possíveis inconvenientes e, também, ocasiona visitas frequentes ao dentista de modo a trabalhar com prevenção e não diretamente com tratamentos.

Vale ficar atento, na hora da contratação de planos odontológicos, para os procedimentos que ele dê cobertura, avaliar suas necessidades atuais e futuras, para poder contratar o plano que vá de encontro a elas.

Há muitas opções de planos odontológicos no mercado e muitas delas são bastante flexíveis ao cliente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *