fbpx
placa bacteriana

Placa bacteriana: Como tratar?

Sabe quando você passa a língua sobre os dentes e sente uma textura um pouco áspera neles? Isso é a placa bacteriana. Uma camada fina geralmente causada por restos de alimentos e bactérias.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

A placa bacteriana, se não tratada, pode gerar problemas mais graves nos dentes como, as cáries e doenças nas gengivas. Além disso, o acúmulo diário dessa massa pegajosa pode endurecer e se transformar no tártaro.

De início, a placa bacteriana não é algo tão temeroso. E para evitá-la é muito simples, basta um cuidado diário ensinado desde que somos crianças.

O seu tratamento também é algo descomplicado, deseja saber como evitar a placa bacteriana, assim como tratá-la? Preparamos alguns tópicos, no texto a seguir, esclarecendo mais sobre essa camada de bactéria nos dentes.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Como tratar a placa bacteriana?

placa bacteriana

A placa bacteriana pode surgir em qualquer fase da vida, assim como em qualquer pessoa, pois todos nós possuímos bactérias em nossa boca, mesmo que escove os dentes, passe o fio dental, use enxaguante bucal.

É quando nos alimentamos que os dentes ficam sujeitos a esse e outros tipos de problemas. A comida que passa pela boca leva nutrientes não só para o nosso organismo, mas também para as bactérias.

Com isso, elas se desenvolvem e produzem ácidos que ao longo do tempo danificam a proteção do dente, começando pela escamação do dente que vai perdendo o esmalte dentário.

Mas, afinal, como tratar a placa bacteriana? Antes de tudo, para que a placa dental não se desenvolva, é preciso manter os cuidados básicos diários com a higiene bucal. Sobre outros métodos, confira:

Tratamento em casa

A placa bacteriana, ou biofilme, como falam os dentistas, pode ser tratada em casa com aparatos bem acessíveis. A ida ao consultório para limpar a placa deve acontecer em consultas de rotina, ou quando a placa dental já está preste a endurecer.

Veja o que se pode fazer em casa:

1- Adote o flúor na sua higiene bucal

Dê preferência para creme dental com flúor ao escovar os dentes diariamente. O flúor fortalece o esmalte dentário através dos seus componentes químicos.

Importante aliado contra cáries, diga-se de passagem.

2- Polimento dentário com pasta dental

No mercado, existem cremes dentais específicos, de textura arenosa, que ajudam na remoção da placa juntamente com o auxílio de uma escova de dente rotativa, que retira a placa fixada entre os dentes.

3- Polimento dentário com bicarbonato de sódio

O bicarbonato é multifacetas e muito utilizado na limpeza domestica.

Com os dentes ele possui a mesma função, limpar. Colocar um pouco de bicarbonato no creme dental na escovação dentaria, não só limpa e retira a placa bacteriana como também clareia os dentes.

4- Consuma alimentos ricos em vitamina C

Como falamos anteriormente, os alimentos que ingerimos contribuem para o desenvolvimento das bactérias, principalmente alimentos ricos em açúcar.

Frutas que contém vitamina C auxiliam no fim da placa bacteriana, pois deixam a boca mais saudável.

Tratamento em consultório

Quando a situação da placa se agrava, é hora de consultar o profissional. No consultório odontológico, dentre os procedimentos médicos estão: a coroa e o debridamento periodontal. Saiba mais:

1- Coroa

Restauração do esmalte dentário por meio de um revestimento, melhora a sua aparência e resistência.

2- Debridamento periodontal

Esse é um tratamento mais agressivo, indicado para extremos casos. O cirurgião dentista utiliza equipamentos que quebram e raspam a placa já endurecida no dente.

Contudo, para que a placa bacteriana não se torne um problema maior, bem como o grande motivo da sua ida a clínica odontológica, não descuide da escovação três vezes ao dia e após as principais refeições. Vá ao dentista apenas como rotina de prevenção.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *