AparelhoCuidados com os DentesGengivaTodos os Posts

Periodontia: o que é, causas e como tratar?

A periodontia é conhecida como a evolução da gengivite, em que as inflamações nas gengivas se estendem para as estruturas de sustentação dos dentes.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Essa doença é comum em pessoas com maior disposição a inflamações sérias no tecido periodontal (o tecido que circunda os dentes).

Algumas doenças podem aumentar essa disposição, como a diabetes, a síndrome de down, a leucopenia e a AIDS.

Outros fatores de risco são o tabagismo, a deficiência de vitamina c, distúrbios emocionais e a obesidade. A periodontite pode afetar pessoas de qualquer idade.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Causas e sintomas da periodontia

periodontia

A falta ou adiamento do tratamento da gengivite se encontra como uma das causas principais. Quando a infecção passa das gengivas para os tecidos de sustentação dos dentes.

A predisposição genética faz com que o sistema imunológico seja mais suscetível a infecções, e, a escovação inadequada dos dentes faz com que as bactérias se proliferem cada vez mais rápido.

Entre os principais sintomas estão: aftas constantes, tártaro, mau hálito, sangramento durante a escovação dos dentes, recuo das gengivas, mobilidade dentaria (dentes moles), pus entre a gengiva e o dente, alterações na mordida, vermelhidão na gengiva e abcessos ao redor dos dentes.

Tratamento

Os tratamentos para quem já possui a periodontia se dividem em cirúrgicos e não cirúrgicos.

Cirúrgicos

Redução da bolsa periodontal: a bolsa periodontal é levantada e é feita a limpeza da área afetada pela infecção. Depois, a gengiva é suturada.

Enxertos de tecido mole: recomendável para quando ocorre o aumento excessivo da gengiva sobre os dentes.

O tecido afetado é aberto e é inserido o enxerto do tecido mole, que pode ser retirado de alguma parte do corpo do próprio paciente ou ser sintético.

Enxerto ósseo: indicado para quando a raiz do dente é afetada. É feita a transferência de um osso para outro lugar do corpo, podendo ser do próprio individuo, sintético ou doação. O objetivo do procedimento é evitar a perda dos dentes.

Não cirúrgicos

Limpeza: processo que remove o tártaro e as bactérias causadoras da sensibilidade da gengiva

Raspagem a alisamento radicular: responsável pelo impedimento dos acúmulos de novas toxinas bacterianas e do tártaro.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Prevenção

Existem três formas de prevenir a periodontia, a primeira sendo a escovação adequada dos dentes, no mínimo três vezes ao dia e após as refeições.

Além da escovação, o uso de enxaguante bucal e fio dental são imprescindíveis.

É essencial ir ao dentista regulamente, no mínimo duas vezes ao ano, e caso tenha histórico familiar da doença, no mínimo de três em três meses. E, por último, mas não menos importante, evitar o tabagismo.

O tabaco afeta o sistema imunológico das gengivas, deixando-as mais acessíveis as bactérias, que dessa forma se tornam mais agressivas, visto a falta de combate que o organismo demonstra.

Importância de ter um plano odontológico

De acordo com o contexto, podemos perceber que tratar a periondontia requer tempo e idas a consultórios dentários.

Com isso, se você não tem um plano odontológico, saiba que é hora de rever essa opção. Pois o custo de uma consulta pode ser mais alto do que uma mensalidade de convênio.

A economia gerada por ele agrega segurança e a certeza da continuidade do tratamento tanto da periodontia, assim como de outras doenças que podem surgir.

Afinal, a periodontia pode afetar qualquer idade, mas é mais comum em adultos e idosos, sendo uma das principais causas da perda de dentes nesses grupos.

Portanto, se você ainda não tem um plano odontológico e se identificou com os sintomas abordados nesse artigo, confira a publicação a respeito de como escolher o plano ideal para você.

Mostrar mais

Edson Valle Iancoski

Com mais de 10 anos de experiência na produção de conteúdo com foco na área de saúde Bucal, é o redator chefe do blog Minha Saúde Bucal. Possui atualmente centenas de conteúdos postados em diversos portais, como Exame, Veja, Infomoney, Agência o Globo e outros. No Blog Minha Saúde Bucal trabalha produzindo conteúdos focados em problemas bucais, como dor de dente, tratamento de canal, remédios para dor de dente, remédios para gengiva, tártaro, entre outros. Também produz conteúdos falando sobre estética, envolvendo implantes, clareamento, aparelho ortodôntico e outros. Também é autor do BlogSaude.net.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar