Cuidados com os DentesGengivaTodos os Posts

Pericoronarite: O que é, causas, sintomas, tratamento?

Manter a saúde bucal em dia é essencial. Por isso, saber um pouco mais sobre as possíveis doenças que podem surgir em nossa boca pode ajudar você a prevenir ou a reconhecer os sintomas.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

É importante frisar que, mesmo que sua dor se encaixe da descrição desse conteúdo, é necessário procurar um profissional especializado para que haja um diagnóstico preciso.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


O que é a pericoronarite?

pericoronarite

A pericoronarite é um quadro infeccioso ou inflamatório. Esse quadro pode acontecer em pessoas que tem dentes semi-inclusos.

Se você ficou confuso com os dentes semi-inclusos, iremos esclarecer: dentes semi-inclusos são aqueles dentes os quais a sua erupção não aconteceu da forma como deveria. Com isso, o dente pode ficar parte aparente e parte não aparente em sua boca.

Isso geralmente acontece com dentes siso, mas podem acontecer com qualquer outro.

Quais são as causas da pericoronarite?

A pericoronarite possui diversas causas, sendo elas:

  • Dente semi-incluso ou retido;
  • Colonização de bactérias, devido o acúmulo de restos de alimentos;
  • Sulco profundo entre a coroa do dente e a gengiva;
  • Trauma nos tecidos que recobrem a coroa do dente.

É importante esclarecer que a colonização das bactérias ocorre no sulco, que fica entre a coroa e a gengiva.

Além disso, os traumas nos tecidos que recobrem a coroa do dente, mesmo que parcialmente, podem ser causados pelo dente do maxilar oposto ou, até mesmo, na mastigação.

A pericoronarite está altamente relacionada a erupção do dente, como dito anteriormente. Os sisos são os mais afetados, porque muitas vezes pode faltar o espaço necessário para aquele dente em nossa gengiva. Com isso, pode erodir de forma mal posicionada.

Como o diagnostico da pericoronarite é feito?

O seu dentista fará o diagnostico a partir do exame intraoral aliado aos sintomas apresentados pelo paciente. É possível, também, que precise ser feito uma radiografia.

E quais são os sintomas?

A pericoronarite pode apresentar diversos sintomas, como:

  • Dor – que pode ir de moderada a forte;
  • Halitose – o famoso mal hálito;
  • Gengiva inflamada;
  • Sangramento na gengiva;
  • Limitação da abertura da boca;
  • Dores e dificuldades na mastigação;
  • Dificuldade de deglutição;
  • Presença de pus na área afetada;

Além disso, também é possível que a dor atinja o ouvido e a cabeça e os gânglios do pescoço aumentem. Mal-estar e febre também podem ocorrer.

Qual é o tratamento da pericoronarite?

O tratamento da pericoronarite difere de acordo com o grau de gravidade. Com isso, somente seu dentista poderá lhe indicar o tratamento mais adequado a você.

Entretanto, os tratamentos mais recorrentes são:

  • Prescrição de medicamentos;
  • Gengivectomia;
  • Extração dentária.

Prescrição de medicamentos

Os medicamentos prescritos podem ser analgésicos e anti-inflamatórios. Nos casos mais graves, é possível que o uso de antibiótico seja necessário.

Gengivectomia

A Gengivectomia é a remoção de milímetros do tecido. Normalmente, não passa de 2 milímetros.

O procedimento é simples, sendo necessário apenas o uso de anestesia local.

Extração dentária

Na extração dentária, o paciente recebe anestesia local. Após isso, o dente é descolado do osso e extraído com o fórceps dentário. É possível que a área onde o dente estava seja fechada com pontos cirúrgicos.

Acredito que eu esteja com pericoronarite, e agora?

A primeira medida a ser tomada é a procura de um especialista. Somente ele poderá lhe confirmar se é, de fato, pericoronarite.

É importante deixar claro que, dependendo da gravidade, pode se tornar um tratamento caro. Por isso, é indicado que você tenha um plano odontológico.

Quais as vantagens de um plano odontológico?

Bom, como dito diversas vezes, o plano odontológico fará com que as suas consultas ao dentista se tornem mais frequentes. Afinal, você não gastará muito mais com isso.

Com as consultas mais frequentes, os diagnósticos poderão ser feitos de maneira precoce. Isso, além de fazer com que você não tenha tantos gastos com o tratamento, ainda faz com que você não sinta as dores de um quadro avançado.

Se caso você precisar de tratamento e exames, com um plano odontológico isso sairá bem mais barato para o seu bolso.

Está esperando o que para contratar logo o seu plano odontológico? Corra e garanta o seu!

Mostrar mais

Alexandre Putrick

Alexandre Putrick é especialista em produção de conteúdos focados na área de saúde bucal e é autor no Blog Minha Saúde Bucal. Possui centenas de conteúdos publicados em diversos portais, atuando hoje com foco no Blog Minha Saúde Bucal. Atualmente, produz conteúdos focados em auxiliar os leitores em cima de problemas odontológicos, mau hálito, dor de dente, tratamento de canal, gengiva, implantes, próteses, tratamento de canal e outros. Também é autor do BlogSaude.net.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. What i don’t realize is in fact how you are now not actually much more neatly-liked than you may be right now. You are very intelligent. You realize therefore significantly in terms of this topic, produced me personally believe it from so many various angles. Its like men and women are not involved unless it is something to do with Woman gaga! Your own stuffs excellent. At all times take care of it up!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar