O que é carência de plano odontológico

0
74
o que é carência de plano odontológico

Ao contratar esse tipo de serviço, poucos dão a devida atenção a alguns critérios fundamentais. Um deles diz respeito aos prazos para que se possa utilizar determinados procedimentos. Mas, afinal, o que é carência de plano odontológico?

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Por causa dessa dúvida, muitas pessoas terminam escolhendo planos que não atenderão suas demandas de maneira imediata. Para piorar, a má notícia costuma ser ouvida somente na hora em que mais se precisa.

Atentos a esse problema, resolvemos preparar um conteúdo inteiramente dedicado a esse assunto. Nele, explicamos em detalhes o que é carência e como ela funciona. Aproveite e tire suas dúvidas!

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Afinal, o que é carência de plano odontológico?

o que é carência de plano odontológico

Pagar por um serviço e não poder usá-lo por um descuido é realmente uma experiência indesejável.

Certamente, essa situação costuma acontecer com aquelas pessoas que não costumam adotar os critérios básicos ao optar por um plano odontológico.

E um desses critérios são justamente os prazos de carência exigidos pelos planos.

Mas, afinal, o que é carência? Em linhas gerais, podemos defini-la como um período no qual o assegurado não poderá acessar determinados serviços.

Na maioria dos planos, esses prazos costumam ser estabelecidos em relação a procedimentos mais complexos e caros.

Entre eles, podemos citar os tratamentos de canais e procedimentos estéticos mais complexos.

Contudo, nem todos os planos odontológicos impõem carências relativas a esses serviços.

Por isso mesmo, o mais recomendado é procurar planos que cubram de maneira imediata e sem carências as necessidades mais urgentes.

Somente dessa forma é possível evitar surpresas ao solicitar um tratamento ou procedimento.

No que concerne a atendimentos de rotina, o prazo de carência costuma ser de 24 horas após a contratação do serviço.

Nesse sentido, é normal que o cliente tenha que esperar um dia até que possa ter acesso a emergências ou se consultar com um profissional.

Mais critérios para escolher bem um plano odontológico

Existem muitas dúvidas em relação a como se pode fazer uma boa escolha, sendo a carência apenas uma das pedras de toque.

A seguir, listamos alguns aspectos que devem ser observados antes de assinar o contrato.

Área de abrangência

Antes de qualquer coisa, é preciso verificar se o plano atende na região onde se reside.

Isso porque existem alguns planos que atuam somente em regiões específicas, enquanto outros podem ter abrangência nacional.

Esses últimos são os mais recomendados, especialmente para pessoas que precisam viajar com frequência.

Reclamações

É importante ainda verificar se há reclamações quantos aos serviços prestados pelo plano em questão.

Isso pode ser feito com uma simples consulta na internet. Podem ser verificados também os rankings disponibilizados por instituições responsáveis pela avaliação da qualidade dos planos.

Cobertura

A segmentação e a busca por oferecer serviços cada vez mais personalizados faz com que as empresas ofereçam diversas opções de planos.

Por esse motivo, é importante ter em mente quais as necessidades que o plano vem a suprir. Ter essa consciência impede que se contrate um plano mais caro com serviços que não serão utilizados.

Além disso, deve-se conferir se o rol de procedimentos da ANS é coberto. É essencial também a cobertura de tratamentos mais onerosos, como os de canal.

Operadoras registradas

Outro item imprescindível é a verificação do registro da empresa na Agência Nacional de Saúde. Sem isso, as operadoras não podem atuar.

Atenção antes de contratar

À vista de tudo que foi dito, podemos concluir que ter conhecimento dos prazos exigidos para usufruir de determinados serviços é fundamental para evitar surpresas.

De fato, saber o que é carência de plano odontológico é imprescindível para fazer uma escolha que atenda as demandas em cada caso.

E você, já sabia como funciona a carência em relação aos planos odontológicos? Comente!

Deixe uma resposta

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui