mau hálito estomacal

Mau hálito estomacal: causas e como tratar?

Existem várias causas para o mau hálito, porém iremos focar no mau hálito estomacal, que embora não seja o mais comum dos causadores deste problema, porém pode ser algo bem preocupante.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

No entanto, é importante esclarecer que o maior causador do mau hálito é a língua, pois devido a restos de alimentos que se unem às bactérias que quando fermentam liberam substâncias ricas em enxofre, provocando mau hálito.

É importante esclarecer que embora o estômago não seja o maior causador de mau hálito, não significa que você deva ignorar a situação e não procurar ajuda médica, na realidade, é totalmente o oposto.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


As principais causas do mau hálito estomacal

mau hálito estomacal

Já sabemos que o mau hálito pode ser um sintoma de várias doenças, por isso, podemos demonstrar a seguir quais as principais:

  • Úlcera – Não é a principal causa do mau hálito, porém, em alguns casos, as úlceras são causadas por bactérias que causam mau hálito, como por exemplo, a Prevotella intermedia;
  • Refluxo –  O refluxo pode causar mau hálito, pois é um problema provocado pelo ácido que se origina no estômago causando ardência no peito e na garganta, sendo um dos sintomas o mau hálito;
  • Gastrite – É outro problema ocasionado pelo esvaziamento do estômago que é tomado por bactérias que causam fedor;
  • Câncer de estômago – O câncer é uma doença grave que causa a putrefação do tecido canceroso, assim, ocasionando a morte dos tecidos, com isso, o odor é liberado pelo processo chamado hálito necrótico.

Desta forma, compreendemos que o mau hálito estomacal é algo muito específico, além de ser o menos comum do que o mau hálito ocasionado por problemas bucais.

Então, caso esteja em dia com sua escovação, utilizando o fio dental corretamente, utilizando enxaguante bucal e, por fim, mas não menos importante, fazendo visitas regulares ao médico, é o momento de ficar alerta.

Caso possui outros sintomas associados ao mau hálito, é importante mencionar em sua consulta ou procurar um especialista para identificar qual o real problema.

Como tratar o mau hálito estomacal?

O mau hálito estomacal será solucionado quando o problema for diretamente tratado com o especialista, ou seja, é importante procurar um gastroenterologista que irá diagnosticar e tratar o problema.

Mencionaremos os tratamentos mais comuns para cada um dos problemas mencionados há pouco;

  • Úlcera – Após diagnosticado problema, o médico irá resolver a melhor forma de tratamento, mas, geralmente, são utilizados medicamentos como antiácidos, ou inibidores de acidez, Omeprazol.

Se for identificada a H. Pylori, é recomendado o uso de antibiótico, além de uma mudança drástica na alimentação, pois o médico poderá encaminhar para um nutricionista apresentar uma dieta específica;;

  • Gastrite – É uma inflamação no estômago, infecção ou erosão que também pode ocasionar o mau hálito, assim para tratar é necessário que o médico avalie e antiácido, Omeprazol e antibióticos;
  • Câncer de estômago – Aqui o tratamento é mais delicado, visto que o problema é mais grave, nestes casos, é importante seguir o tratamento junto ao médico oncologista que além de diagnosticar, irá tratar.

Conclusão

Como mencionamos anteriormente, o mau hálito pode ser sintoma de vários problemas, por isso é importante um acompanhamento médico especializado, principalmente, se já identificado que o motivo do mau hálito é o estômago.

Obviamente que exige bem mais da pessoa, pois não será apenas saber do problema e tratar, será necessário que realmente o paciente tenha um compromisso em seguir uma dieta rigorosa e mantenha hábitos saudáveis. Embora não seja o mais comum de ser tratado, é importante ficar atento a outros sintomas que estarão agindo junto com o mau hálito estomacal. Por isso, mantenha uma boa higiene bucal, pois fica mais fácil de saber a origem.