Cuidados com os DentesMau HálitoTodos os Posts

Língua fissurada: o que é e como funciona o tratamento?

A língua fissurada é uma condição clínica que se caracteriza pela presença de sulcos ou fissuras, porém, não está associada ao quadro de malignidade, podendo ser ou não consequência de uma condição genética.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Por ser associada geralmente à condição genética ou hereditária, não é considerada uma doença, portanto, não há quadro de dor ou qualquer incômodo quando se refere a esse quadro clínico.

No entanto, pode também estar relacionada a alguns problemas de saúde, portanto, é importante identificar se o problema veio de nascença ou se apareceu posteriormente.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


O que é a língua fissurada?

língua fissurada

A língua fissurada está associada a um componente hereditário que remete as seguintes condições genéticas: pessoas com síndrome de Down, acromegalia, psoríase, Síndrome de Sjögren e Melkersson – Rosenthal.  

Nestes casos, o quadro se apresenta já na infância evoluindo para a idade adulta, portanto, não é algo que aparece de repente, ou seja, já se apresenta de alguma forma, mesmo que sutil na infância, mas que fica evidente depois.

Assim, também é importante esclarecer que nos casos mencionados acima, não há tratamento, por isso, é necessário apenas que o dentista esclareça como o paciente deve fazer a higiene correta na língua.

No entanto, se a língua for lisa e uniforme e depois esta apresentar fissuras e mais alguns sintomas, pode ser consequência de outros problemas, tais como:

  • Bruxismo;
  • Tabagismo;
  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Alergia alimentar;
  • Diabetes;
  • Língua geográfica.

Quais as principais causas de língua fissurada?

Como mencionamos há pouco, existem outros problemas que podem ocasionar as fissuras na língua, portanto, esclareceremos um pouco sobre cada um deles:

  • Bruxismo: É um problema que a pessoa range os dentes de forma inconsciente, muitas vezes durante o sono. É considerado uma das principais causas de fissuras na língua.

Este problema ocasiona o desgaste e a quebra dos dentes, dor mandibular, dor na língua que ocasiona a fissura devido à pressão e as alterações no PH da saliva, distúrbios faciais, dor de cabeça etc.;

  • Tabagismo: Fumantes podem desenvolver sulcos ou fissuras na língua em decorrência do uso abusivo da nicotina;
  • Tanto o estresse quanto a ansiedade podem ocasionar diversos problemas à saúde, não só a bucal, mas no caso da bucal, esta pode apresentar a língua esbranquiçada, irritada, feridas e fissuras;
  • Alergia: No caso de uma alergia alimentar, pode apresentar outros sintomas, tais como: coceira, escurecimento e dor na boca, dor na língua e na garganta, securas, inflamação dos lábios etc.
  • Diabetes: No caso dos diabéticos, pode ocorrer as fissuras na língua devido ao organismo não está regulado corretamente, ou ainda, pela falta de aproveitamento da insulina;
  • Língua geográfica: Em casos avançados, podem aparecer fissuras;

Como o tratar a língua fissurada?

Nos casos que não são genéticos, é possível realizar um tratamento, obviamente que é necessário identificar a causa do problema, só assim, será possível resolver as fissuras.

No bruxismo é indicado o uso de uma placa dentária para amenizar o problema como um todo. No que se refere ao problema alérgico, precisa identificar através de exames, qual o alimento está ocasionando isso.

Nos demais casos, além do tratamento comum do problema, seguem outras dicas para amenizar o problema das fissuras:

  • O médico pode receitar medicamentos anti-inflamatórios, antibióticos ou analgésicos, dependendo dos sintomas;
  • O ideal é que o paciente mantenha sempre uma higiene bucal adequada, tendo muito mais zelo com relação à região dorsal da língua, visto que alimentos podem se armazenar nas fissuras e gerar bactérias que causam a halitose;
  • Manter um estilo de vida saudável, principalmente com relação à alimentação. Evitando principalmente o consumo de alimentos picantes, quentes ou ácidos;
  • Evitar o uso de cigarro;
  • O tratamento da patologia que está ocasionando o problema, deve ser associado aos hábitos mencionados acima.

Conclusão

Desta forma, se o problema da língua fissurada não estiver ligado à genética, é possível realizar um tratamento específico, porém, caso seja uma condição genética, o que pode ser feito é uma higienização mais específica na língua. Por isso, procure um médico para identificar a causa específica da língua fissurada para que possa tratá-la mais pontualmente, aliando o tratamento a uma higienização bucal mais cuidadosa no dorso da língua.

Etiquetas
Mostrar mais

Alexandre Putrick

Alexandre Putrick é especialista em produção de conteúdos focados na área de saúde bucal e é autor no Blog Minha Saúde Bucal. Possui centenas de conteúdos publicados em diversos portais, atuando hoje com foco no Blog Minha Saúde Bucal. Atualmente, produz conteúdos focados em auxiliar os leitores em cima de problemas odontológicos, mau hálito, dor de dente, tratamento de canal, gengiva, implantes, próteses, tratamento de canal e outros. Também é autor do BlogSaude.net.

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. The next time I read a blog, I hope that it doesnt disappoint me as much as this one. I mean, I know it was my choice to read, but I actually thought youd have something interesting to say. All I hear is a bunch of whining about something that you could fix if you werent too busy looking for attention.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar