fbpx
como surge o mau hálito

Halitose: Causas e Tratamento!

A halitose, conhecida popularmente como mau hálito, não só pode ser um indicador de doenças sérias, como também pode atrapalhar muito a vida pessoal e profissional.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Nos casos em que ocorre mau hálito, cheiro ruim é persistente. Este não passa, mesmo depois de feita a higienização bucal. Além disso, esse é um transtorno que afeta quase metade da população brasileira.

Por atrapalhar a vida de milhões de pessoas e se tratar de um grande inconveniente, apresentamos orientações de tratamento e indicamos as causas desse distúrbio. Acompanhe!

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Halitose: O que é? Quais as suas causas?

halitose

Em linhas gerais, o mau hálito é uma situação em que ocorre a exalação de odor desagradável pela boca.

De acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Pesquisa dos Odores Bucais, 4 em cada 10 pessoas no Brasil convivem com essa condição.

Apesar de tão comum, o portador do problema geralmente não toma conhecimento deste sem que antes perceba reações de terceiros. E esses comportamentos tendem a gerar constrangimento.

Em algumas circunstâncias, o odor chega a ser semelhante ao de fezes, o que pode inclusive gerar isolamento social.

É necessário também que se distinga a halitose do mau hálito que costuma ocorrer pela manhã, ao acordar.

De fato, essas situações são logo remediadas após uma escovação adequada. Já o mau hálito crônico é persistente, mesmo com a correta higienização bucal.

No que concerne às causas, sabe-se de pelo menos 40 fatores que podem desencadear o transtorno. Na maioria das vezes, eles estão relacionados à condições orais.

Isso ocorre porque na boca podem ser encontrados vários microrganismos. Estes agem sobre restos de alimentos. E essa ação tende a causar reações que liberam substâncias fétidas.

Entre essas substâncias, pode-se mencionar o escatol e o gás sulfídrico. A primeira delas é responsável pelo odor de fezes de alguns hálitos.

Quanto às causas do mau hálito, podemos mencionar ainda a presença de cáries, restaurações ou dentes danificados, sisos e gengivite.

Existem também circunstâncias não relacionadas à saúde bucal, como a amidalite, o refluxo gastroesofágico, o diabetes e alguns tipos de câncer.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


TRATANDO O MAU HÁLITO

Inicialmente, é preciso saber o que está causando o problema. Daí a importância do diagnóstico de um dentista.

A partir da identificação do fator gerador do mau hálito, o profissional poderá aplicar um método que incida diretamente sobre a raiz do problema. A depender do caso, ele poderá fazer o devido direcionamento do paciente.

Só para exemplificar, se o problema estiver relacionado à boca seca, o dentista poderá receitar bolinhas de silicone para estimular a produção de saliva.

Já nos casos em que há a produção excessiva de saburra e de cáseo, o profissional deve fornecer dicas de como fazer a correta higienização bucal.

A prevenção é o melhor tratamento!

Afora isso, existem diversas formas simples de se evitar o problema ou amenizá-lo.

Trata-se apenas de se conseguir mudar alguns hábitos. Entre eles, podemos mencionar a ingestão de pelo menos dois litros d’água diários para evitar a boca seca.

Deve-se também evitar períodos de jejum, visto que essa prática contribui para o surgimento da halitose.

Outra forma de impedir a manifestação desse transtorno é mantendo uma higiene bucal adequada, com uso diário de fio dental e escovação da língua.

Da mesma maneira, marcar chicletes sem açúcar estimula a produção de saliva e esta concorre para que se possa ter uma boca mais limpa.

Evitar o fumo e o açúcar em excesso auxilia no combate ao mau hálito, além de contribuírem para a melhoria da saúde.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Hálito fresco para uma vida mais plena

À vista do que foi dito, pode-se afirmar que ter um hálito puro pode não só ser um bom cartão de visitas, como também ser um reflexo de uma saúde bucal vigorosa.

Isso porque a halitose é somente um sintoma que indica a necessidade de cuidados.

Você já sofreu com esse transtorno? O que fez para se livrar dele? Tem alguma dica prática para o combate ao mau hálito? Conte-nos!