fbpx
frenectomia labial

Frenectomia labial: o que é, como funciona e quanto custa?

A frenectomia labial é um procedimento cirúrgico relativamente simples, mas tem suas particularidades, que objetiva tirar o freio labial ou lingual de pacientes que tenham excesso dessa estrutura.

Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

O procedimento de frenectomia labial, por exemplo, é realizado quando se almeja remover o feio labial, seja na parte superior ou inferior da boca.

Acredita-se que o freio labial possa ser responsável por manter os dentes separados e, portanto, em casos assim, recomenda-se o procedimento cirúrgico.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


O que é a frenectomia labial inferior e superior?

frenectomia labial

Existem, basicamente, dois tipos de freio, quando nos referimos a área da odontologia são eles: os freios labiais e o freio lingual.

Os freios labiais podem ser superiores e inferiores, isto é, localizados na linha mediana e tornando-se visíveis, comumente, quando levantamos o lábio superior ou baixamos o lábio inferior.

Desse modo, quando temos um freio labial em alguma dessas posições, chamamos de frenectomia labial.

Indicações para fazer a frenectomia labial

Por se tratar de um procedimento cirúrgico, a frenectomia labial requer uma avaliação clínica detalhada, bem como exames radiográficos para avaliar o tecido ósseo de suporte dos dentes.

Contudo, o procedimento cirúrgico de frenectomia labial é indicado para alguns casos em que se tornam evidentes:

  • A presença de diastema interincisivo, associado a existência de fibras do freio impedindo o fecho padrão do espaço (dentes separados devido ao espaço entre os incisivos centrais por conta do feio labial);
  • Limitação da mobilidade do lábio, derivado da inserção baixa do freio labial;
  • Motivos estéticos, sobretudo quando há incidência visível do freio labial, quando o paciente apresenta sorriso alto (o denominado popularmente de sorriso gengival);
  • Alterações fonéticas, consequentes da grande presença de diastema;
  • Quando o freio labial interfere na eficácia da correção ortodôntica (uso de aparelho dentário);
  • Quando o freio lábia interfere na utilização de próteses dentárias.

Vale frisar que, a frenectomia labial, pode ser necessária não só em jovens e adultos, como também em bebês e crianças, quando houver dificuldade na amamentação/alimentação devido ao freio labial, assim sendo, pode ser necessário o tratamento precoce.

Como é a frenectomia labial e seu pós-operatório?

O procedimento cirúrgico da frenectomia labial é, comumente, simples e pode ser realizado através de duas possibilidades:

  • Cirurgia convencional;
  • Cirurgia a laser.

Na cirurgia convencional, a frenectomia labial é feita com um bisturi, através de incisões para corte ou secção do freio, a fim de diminui-lo ou remove-lo totalmente.

Após este procedimento é realizado a sutura dos tecidos.

Por outro lado, temos o procedimento de frenectomia labial a laser, em que o bisturi normal é substituído por um elétrico.

O procedimento a laser reduz, consideravelmente, o tempo cirúrgico, porque além de cortar, já promove a coagulação e esterilização de imediato.

A cirurgia a laser de frenectomia labial também tem a vantagem de não implicar na necessidade de sutura, reduzindo trauma pós-cirúrgico. Desse modo, o pós-operatório torna-se mais fácil e cômodo.

A frenectomia não deve causar dor, pois a operação é realizada sob anestesia local, e o pós-operatório deve ser tranquilo.

Pós-operatório

Mesmo a frenectomia labial apresentando um pós-operatório tranquilo, o paciente deve manter certos cuidados após o procedimento.

Desse modo, mesmo o paciente podendo seguir sua vida normalmente, recomenda-se que nos primeiros dias:

  • Evite alimentos duros;
  • Evite alimentos muito quentes;
  • Utilize bolsas de gelo no local da cirurgia;
  • Redobre os cuidados de higiene bucal;
  • Evite colocar pressão na região da cirurgia durante a higiene bucal;
  • Utilize soluções antissépticas;
  • Tome a medicação prescrita pelo médico.

Seguindo todas as recomendações o pós-operatório será bem menos extenso e bem mais confortável para o paciente.

Quando custa a frenectomia labial?

A boa notícia acerca da frenectomia labial é que o procedimento não tem um valor muito alto, mas o preço pode variar de acordo com a complexidade do procedimento, o tipo de técnica e o método que será empregado.

Dito isto, apenas o cirurgião-dentista poderá avaliar com precisão o quanto custará a frenectomia labial.

Para ser mais confortável e não ser pego de surpresa em um momento em que não esteja podendo investir no procedimento, opte por manter um plano odontológico que cubra procedimentos que melhor se adequem à sua necessidade.

Planos odontológicos tem se tornado imprescindível ao avaliar custo-benefício para a manutenção da saúde bucal. Analise suas opções!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *