Cuidados com os DentesTodos os Posts

Cárie dentária: O que é? Como surge? E como Tratá-la?

A cárie dentária é um dos problemas mais comuns do mundo, mas também um dos mais fáceis de tratar e de evitar. Desta forma, o mais importante a saber é como podemos evitá-la.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Sabendo disso, trataremos de explanar algumas informações gerais sobre a cárie dentária que acomete a todos, independente da idade, inclusive se os dentes ainda são de leite.

Por isso, é importante também incentivar a escovação correta ainda na infância, pois inclusive bebês podem adquirir a cárie, portanto, saber como evitá-la será de suma importância.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


O que é a Cárie Dentária?

cárie dentária

As cáries são orifícios e lesões estruturais nos dentes, possuindo inclusive sinais de deterioração. Existem diversos fatores que podem ocasionar o surgimento da cárie, porém vamos especificamente falar sobre o que é.

Sendo assim, podemos também dizer que a cárie é a desmineralização do dente ocasionada por bactérias que produzem ácidos que destroem o esmalte do dente, logo abaixo, a dentina.

Os sintomas incluem dor de dente, sensibilidade a alimentos e bebidas doces, quentes ou frios e dor ao mastigar. Existem ainda vários tipos de cárie, são eles:

Cárie coronária – Se logo na parte externa do dente ou entre os mesmos;

Cárie radicular – À medida que envelhecemos nossas raízes ficam expostas, por conta de uma retração das gengivas que ocorre normalmente com a idade.

Por conta disso, nossos dentes ficam sem a proteção do esmalte do dente, fazendo com que estas de deteriorem mais facilmente;

Cárie recorrente – Geralmente ocorre em torno de restaurações, coroas ou outros procedimentos dentários feitos. Por conta da facilidade que essas áreas têm de acumular placa, o que acaba ocasionando a deterioração.

Cárie dentária: Como surge?

O surgimento das cáries se deve a presença das bactérias, que estão presentes naturalmente na boca. Estas bactérias transformam todos os alimentos em ácidos, especialmente o açúcar e o amido.

Quando as bactérias, os ácidos, os resíduos de comida e a saliva se juntam na boca, formam a tão famosa placa bacteriana que tanto ouvimos falar em propagandas de pasta de dente.

Esta placa bacteriana é uma substância pegajosa, estas são mais comuns nos molares traseiros, ficam também logo acima da gengiva em todos os dentes e nas bordas das obturações.

Quando não removida, a placa bacteriana se mineraliza formando o tártaro, quando a placa e o tártaro irritam as gengivas, podem ocasionar a gengivite e, por fim, periodontite.

O processo é muito rápido, a placa pode se acumular nos dentes em 20 minutos após comermos. Caso a placa não seja removida rotineiramente, as cáries não só aparecem, mas se multiplicam.

São os ácidos das placas que deterioram o dente, começando pelo esmalte, o que ocasiona as cáries. Normalmente no início são indolores, mas caso cresçam muito e afetem alguns nervos, podem gerar a dor típica.

Além disso, caso a cárie não seja tratada, pode danificar a polpa do dente o que pode ser resolvido com um canal, mas se não for tratada a tempo, a cárie pode ocasionar a perda total do dente.

Por isso, é muito importante que haja uma escovação adequada, o uso de fio dental para limpeza entre os dentes e também pode ser utilizado o enxaguante bucal, lembrando que todos devem ser utilizados juntos.

Sempre é importante procurar um dentista periodicamente para verificar como estão os dentes e se é necessário algum tipo de intervenção. Como as visitas são periódicas, é importante que tenha um plano odontológico.

O plano odontológico geralmente possui cobertura completa, o que inclusive pode ajudar na hora de uma emergência, além disso, os custos acabam sendo barateados, pois cada tratamento individualizado pode ser bastante alto.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Cárie Dentária: Como tratá-la

O tratamento da cárie é bastante conhecido, obviamente é realizado em um dentista, este irá retirar o material deteriorado com uma broca e substituirá por um material como liga de prata, ouro, porcelana ou resina.

Tanto a porcelana quanto a resina se apresentam como uma forma mais próxima de um dente natural, principalmente se o problema tiver se apresentado nos dentes da frente.

No entanto, não há impedimento para utilizar os mesmos materiais nos dentes traseiros, basta que você converse com o seu dentista e verifique esta possibilidade.

Caso nervo de um dente tenha parado de funcionar, o tratamento será através de canal, neste caso, a polpa será removida junto com as partes deterioradas e preenchidas com um material de vedação, depois, coloca-se uma coroa sobre ele.

Conclusão

Dentre todas as informações aqui mencionadas, podemos enfatizar que a prevenção ainda é o melhor remédio, por isso, não se esqueça de cuidar bem da sua saúde bucal.

No entanto, caso tenha se acometido por um problema de cárie dentária, procure um dentista o mais breve possível a fim de evitar que o problema se agrave.

Mostrar mais

Edson Valle Iancoski

Com mais de 10 anos de experiência na produção de conteúdo com foco na área de saúde Bucal, é o redator chefe do blog Minha Saúde Bucal. Possui atualmente centenas de conteúdos postados em diversos portais, como Exame, Veja, Infomoney, Agência o Globo e outros. No Blog Minha Saúde Bucal trabalha produzindo conteúdos focados em problemas bucais, como dor de dente, tratamento de canal, remédios para dor de dente, remédios para gengiva, tártaro, entre outros. Também produz conteúdos falando sobre estética, envolvendo implantes, clareamento, aparelho ortodôntico e outros. Também é autor do BlogSaude.net.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar