Cuidados com os DentesTodos os Posts

Candidíase na boca: como tratar?

A candidíase na boca é uma condição que pode afetar pessoas de todas as idades, desde recém-nascidos até pessoas na terceira idade. Essas infecções são muito comuns, não havendo nenhuma seriedade quando elas se manifestam em pessoas sadias.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Essa infecção é também conhecida como sapinho. Existem várias formas simples de tratar os sintomas causados por esses fungos. Em alguns casos, mudanças de hábitos podem propiciar melhoras no quadro.

No entanto, em alguns casos a doença pode trazer sérias consequências para a saúde. Para falar mais sobre ela, explicamos seus sintomas e como se pode tratá-la de maneira adequada. Confira!

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


O que é a candidíase na boca? Quais são os sintomas?

candidíase na boca

De maneira geral, podemos definir a candidíase oral como uma infecção localizada na boca de provocada por fungos.

Falando de maneira específica, essa infecção é causada pelo excesso da levedura Candida albicans.

A boca é um local que apresenta uma flora bacteriana bastante densa. Quando ocorre a candidíase bucal, temos uma situação caracterizada por um desequilíbrio dessa mesma flora.

E é essa situação que proporciona a predominância da levedura causadora da candidíase.

Na maioria dos casos, essa infecção se inicia na parte superior da língua. No entanto, pode também se manifestar primeiramente na parte interior das bochechas.

A partir daí pode se espalhar para outras partes do trato bucal, como gengivas, garganta, palato e amígdalas.

Em casos mais avançados e graves, a doença pode se espalhar para outras partes do corpo, afetando a laringe e podendo chegar ao aparelho digestivo.

Nessas situações extremas a infecção pode se generalizar, prejudicando também a pele e comprometendo todo o sistema respiratório.

Mas esses casos são bastante raros, haja vista que ocorrem em situações onde há doenças imunodepressoras, como a AIDS.

Entre os sintomas mais comuns, podemos listar a presença de secreção e manchas brancas e vermelhas na língua.

A candidíase bucal pode ainda deixar a boca seca ou causar fissuras e rachaduras.

Em casos nos quais a doença se dissemina, pode haver ainda a ocorrência de febre.

Dificuldades para deglutir alimentos podem indicar que a infecção chegou ao esôfago.

Como tratar esse problema?

Existem várias causas para que os sapinhos se formem. Em todos os casos, deve-se ter em mente que a finalidade dos tratamentos deve ser não somente o alívio dos sintomas, mas a restauração do equilíbrio bacteriano na boca.  

Uma das mais frequentes causas desse problema é a higienização bucal ineficiente.

Nesse caso, uma simples mudança de hábito pode ser eficiente para evitar o problema.

Para amenizar os sintomas, recomenda-se a lavagem da boca com água morna salgada ou a raspagem das áreas esbranquiçadas com uma escova de dente.

Existem ainda medicações antifúngicas que podem ser adotadas para tratar o problema.

Elas podem ser utilizadas por pessoas de todas as idades, inclusive bebês. Essas medicações são geralmente de uso tópico.

Elas consistem em comprimidos (que se dissolvem na boca) ou líquidos enxaguatórios que devem ser espalhados na boca afetada.

Entre os medicamentos mais comuns, tem-se a Nistatina, o Miconazo e o Clotrimazole. Em casos específicos pode ser utilizada também a violeta de genciana.

Para bebês em fase de amamentação, recomenda-se a aplicação de medicação tópica nos mamilos da mãe na hora de alimentar a criança.

Candidíase bucal: A importância da prevenção

Apesar de ser uma infecção comum, ela pode ser evitada com algumas medidas simples, como a melhoria da higiene bucal.

A candidíase na boca pode ser evitada também ao se cortar certos alimentos que contenham levedura ou evitando o uso abusivo de antibióticos.

E você, já conhecia essa infecção e o modo de tratá-la de maneira adequada? Tem alguma dica de como se pode prevenir essa doença? Comente!

Mostrar mais

Alexandre Putrick

Alexandre Putrick é especialista em produção de conteúdos focados na área de saúde bucal e é autor no Blog Minha Saúde Bucal. Possui centenas de conteúdos publicados em diversos portais, atuando hoje com foco no Blog Minha Saúde Bucal. Atualmente, produz conteúdos focados em auxiliar os leitores em cima de problemas odontológicos, mau hálito, dor de dente, tratamento de canal, gengiva, implantes, próteses, tratamento de canal e outros. Também é autor do BlogSaude.net.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo
Fechar