fbpx
canal dentário

Canal Dentário: O que é e como funciona o tratamento?

O canal dentário é um tratamento utilizado na recuperação dentes que estejam afetados por cáries, especificamente na polpa dentária.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Muitos pacientes sofrem com dores e problemas de mastigação por conta das cáries.

Antigamente, dentes que apresentassem cáries na polpa dentária, na região central do dente, eram normalmente extraídos. Atualmente, é recuperado o dentre através do canal dentário.

Vamos saber mais sobre o assunto nesse artigo.

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


Como funciona o canal dentário e em quais casos é indicado?

canal dentário

O canal dentário é um tratamento indicado para salvar e reparar dentes que foram muito danificados ou infectados. O procedimento envolve a remoção da área danificada do dente (a polpa), limpeza e desinfecção, e, em seguida, preencher e selar o dente.

As causas mais comuns para o canal dentário são: fraturas e cáries.

Se você sente que precisa de um canal, mas não tem certeza, nós vamos te dar algumas dicas.

  • Fratura: em primeiro lugar procure saber se você sofreu alguma fratura e expôs a polpa do dente, se sim, é quase certo que o seu dentista irá lhe recomendar o tratamento por cana.
  • Trauma: se você sofreu alguma pancada forte, como quedas ou acidentes. Além disso a cor do dente mudou, se tornando mais escura, é um sinal que a polpa do dente necrosou.
    Um canal dentário é uma das opções indicadas.
  • Inchaço: é um dos sintomas mais comuns quando a polpa foi atingida e gerou uma infecção.
    Toda a área ao redor da gengiva começa a inchar conforme o tempo passa e não há tratamento, o inchaço começa a se espalhar para o osso do maxilar ou mandíbula, ou mesmo até as pálpebras.
    Em casos sérios ele pode formar abscessos, que são bolsas de pus geradas pela infecção. Fora o fato de ser muito doloroso, pode ser muito perigoso se a infecção chegar na corrente sanguínea e se espalhar pelo corpo.
  • Dor: sentir uma dor constante e latejante é um péssimo sinal. Se isso aconteceu é sinal que a parte mais profunda da polpa foi atingida.
    A dor pode aparecer quando se ingere alimentos quentes ou gelados, em casos mais graves até mesmo a temperatura fria de um ar-condicionado fará a pessoa sentir dor.
    Se você está sentindo algum desses sintomas procure um dentista rapidamente e procure um tratamento.

Como funciona o tratamento através do canal dentário?

O tratamento consiste de alguns passos bem simples, eles são:

  • Raio-X – Quando o dentista tem a suspeita de que você precisa fazer um tratamento de canal, ele vai pedir um exame de raio-X, só assim ele pode ter certeza.
  • Anestesia – Depois de comprovar que o tratamento de canal é necessário, é aplicado uma injeção de anestesia local no dente afetado, e ao contrário do que muitos pensam, o tratamento de canal não é mais doloroso do que outros procedimentos.
  • Pulpectomia – O passo seguinte é extrair a polpa.
  • Preenchimento – Depois que a polpa do dente é extraída, logicamente existe um “buraco” vago, e, para resolver esse problema, é inserido um material em forma de cone dentro de cada um dos canais, em seguida selado com um cimento apropriado.
    Em alguns casos um pino de metal ou plástico é colocado par dar maior resistência.
    Vale ressaltar que o tratamento de canal também é indicado para crianças com dentes de leite, não tratar uma raiz danificada, pode afetar o crescimento do dente definitivo.

Quanto custa?

Apesar de ser algo simples e comum, o procedimento de canal dentário é bem caro. Talvez seja por isso que muitos pacientes não conseguem arcar.

Uma ótima saída é fazer um plano odontológico, com ele não só o tratamento sai mais barato, como o mais importante é ser preventivo.

Se a pessoa tiver um acompanhamento regular, ela raramente precisará de um tratamento de canal.

Os valores para um tratamento de canal giram em torno de 700 a 1.000 reais nos dentes frontais, e 1.200 e 1.700 nos dentes molares.

Essa variação é tão grande pois, cada caso é um caso! O dentista precisa ver qual o grau da infecção, e o tanto que o dente foi deteriorado.

Gostou das nossas informações, esperamos ter lhe ajudado. Fale um pouco nos comentários o que achou!