Cuidados com os Dentes

Bruxismo em criança: Como tratar?

Há muitos problemas que uma pessoa adquire na vida que ocorrem por motivos emocionais. Bruxismo em criança é um deles, um problema que proporciona músculos da mandíbula doloridos ou dor de cabeça.

  •     Está sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo? Experimente no player!

Contudo, é um problema “silencioso”, pois poucos notam a presença até que alguém aponte isso. Esse hábito inconsciente é reconhecido através de um ranger ou forte apertar de dentes, o que causa as dores.

Porém, quais os sintomas e como tratar? Prossiga com a leitura do artigo e veja mais sobre esse problema e os possíveis tratamentos para bruxismo em criança!

Economize com dentista! Faça um plano odontológico pagando a partir de R$ 24,93 e tenha acesso a mais de 28mil dentistas no Brasil!


O que é bruxismo em criança?

bruxismo em criança

Bruxismo se trata do hábito constante de pressionar e ranger os dentes durante o sono, o que pode produzir o som de ranger ou não. Sendo comum em adultos e crianças, costuma causar dor de cabeça e nos músculos da mandíbula.

Além disso, costuma também deixar os dentes doloridos ou soltos, chegando a causar desgaste. Se o problema persistir, também pode levar a perda do osso circunvizinho e do tecido da gengiva.

Nos piores casos, também interfere na articulação da mandíbula, causando a síndrome da articulação têmporo-mandibular (ATM). Também pode chegar a quebrar o dente, devido a perda de sensibilidade e desgaste.

Principais causas do bruxismo

Uma das principais causas para bruxismo em criança são fatores psicológicos (tensão, raiva, ansiedade, medo, estresse) e, claro, mal posicionamento dentário.

Os fatores psicológicos são causas comuns quando a criança conta com excesso de atividade e problemas psicológicos. Dessa forma, é normal que crianças com responsabilidades desproporcionais à idade desenvolvam bruxismo.

Agravamentos

Fatores externos também podem agravar os sintomas de bruxismo, como dormir de luz acesa ou TV ligada. Além disso, ficar muitas horas no computador antes de dormir afeta o desempenho do sono.

Dessa forma, mesmo sem necessariamente a criança acordar, ela acaba tendo maiores chances de desenvolver bruxismo.

Principais sintomas do bruxismo em criança

Bruxismo é visto como um “hábito inconsciente” que dificilmente a pessoa nota por conta própria. Dessa forma, é comum que sejam notados os sinais através de terceiros ou por um exame de rotina, que percebe o desgaste dental causado.

Contudo, há sinais e sintomas que permitem identificar a presença do bruxismo em criança. Eles são:

  • Dor ou aperto nos músculos da mandíbula;
  • Contrações rítmicas dos músculos da mandíbula;
  • Dentes danificados, gengiva ferida ou restauração dentária quebrada;
  • Inchaço na mandíbula inferior;
  • Ranger de dentes durante o sono;
  • Estalo ou clique ao mexer a articulação têmporo-mandibular;
  • Dor de cabeça;
  • Dor prolongada nos músculos da face.

Como tratar o bruxismo em criança?

O tratamento para bruxismo só é estabelecido quando é entendida a causa para esse problema. Dessa forma, é necessário entender se o surgimento foi por motivos de mal posicionamento dental ou questões psicológicas.

Assim, os principais tratamentos são:

  • Uso de dispositivo para dormir, feito sob medida para seus dentes e que se encaixa nos superiores. Geralmente feito de silicone ou acrílico, ele protege os dentes superiores de se chocarem com os inferiores;
  • Restaurações, coroas ou ortodontia, de forma a ajustar os dentes e evitar uma mordida anormal. Em muitos casos de bruxismo, o problema ocorre por causa de uma mordida desigual;
  • Propondo meios de relaxamento, como ouvir música, passear, ler livro e até mesmo buscar uma terapia.

Em casos mais severos, podem ser recomendados medicamentos que permitam um sono melhor. Além disso, pode ser aplicada uma toalha morna e molhada ao lado da face, de forma a relaxar os músculos doloridos.

Caso seja necessário, podem ser recomendados exercícios que soltem os músculos maxilares e que se evite chocolate, cafeína e álcool. Por fim, uma dica de ouro é não mastigar com força durante as refeições.

E quanto a presença de um plano odontológico?

Problemas dentários não tem idade para surgir, o que torna ótima a presença odontológica desde a infância. Identificar o bruxismo antecipadamente é a melhor forma de lidar com seus efeitos – e isso é possível através de um exame de rotina.

Dessa forma, é facilmente evitável o bruxismo em criança com tratamento antecipado, o que é coberto por um plano odontológico. Assim, você evita problemas para sua criança e ainda gera economia no bolso!

Mostrar mais

Alexandre Putrick

Alexandre Putrick é especialista em produção de conteúdos focados na área de saúde bucal e é autor no Blog Minha Saúde Bucal. Possui centenas de conteúdos publicados em diversos portais, atuando hoje com foco no Blog Minha Saúde Bucal. Atualmente, produz conteúdos focados em auxiliar os leitores em cima de problemas odontológicos, mau hálito, dor de dente, tratamento de canal, gengiva, implantes, próteses, tratamento de canal e outros. Também é autor do BlogSaude.net.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar